Aguarde

Pulso

Quais são os benefícios de plano de saúde para MEI?

Saúde Empresarial
7/11/2017

Por: Milena

Trabalhadores do mercado informal que optam por se regularizar como microempreendedores individuais (MEI) desfrutam de uma série de vantagens, como a possibilidade de emitir notas fiscais e cobertura do INSS. Outra delas é o plano de saúde para MEI, que possibilita aderir a uma operadora privada de saúde nas mesmas condições que qualquer pessoa jurídica: pagando menos e com menor burocracia.

 

Segundo dados da Agência Nacional de Saúde (ANS), os planos para MEI custam aproximadamente 35% menos do que os planos individuais. Por isso, não é de se estranhar que essa modalidade de adesão aos planos de saúde seja a que mais cresce atualmente no Brasil.

 

Os benefícios, porém, não se resumem ao preço. Neste texto, vamos listar 4 vantagens de adquirir um plano de saúde para microempreendedores individuais e, ainda, dar algumas dicas para ajudar na sua escolha!

 

 1. O preço, é claro!

Planos de saúde não são um produto barato. Os custos do setor e as regulamentações do governo que obrigam as operadoras a oferecerem um rol bastante abrangente de serviços fazem os preços, mesmo dos planos mais em conta, serem consideravelmente altos quando comparados ao poder de compra do brasileiro.

 

Esse quadro fez com que o acesso aos planos se restringisse à classe média ou por meio de empresas, cooperativas e outras pessoas jurídicas.

 

No caso dos planos para MEI, as operadoras de saúde usam a mesma política de preço que aplicam para qualquer tipo de empresa, tornando as mensalidades consideravelmente mais baratas.

 

Por outro lado, as exigências também são um pouco diferentes: além de ter um CNPJ, o microempreendedor individual precisa inscrever pelo menos duas ou três pessoas, varia de acordo com a operadora, sejam elas funcionários ou dependentes. Isto é, não existe a possibilidade de um MEI contratar um plano empresarial para apenas ele próprio.

 

2. Desconto do imposto de renda e clube de vantagens

Outra excelente vantagem do ponto de vista financeiro é que o plano de saúde empresarial pode ser contabilizado como despesa e descontado do Imposto de Renda devido pela empresa. E, importante lembrar, o MEI também precisa declarar os seus rendimentos para a Receita Federal.

 

Alguns planos também oferecem outros benefícios adicionais, no modelo de clube de vantagens, como descontos em farmácias, academias e clínicas estéticas, assim como em eventos culturais.

 

Todo o processo de contratação e gestão do plano de saúde é feito pela operadora. Ao microempreendedor, cabe apenas a tarefa de administrar os pagamentos. Para qualquer outra questão que surja, o beneficiário fala diretamente com o plano de saúde.

 

A maioria das operadoras mantém centrais de atendimento por telefone e pela internet para orientar os usuários sobre as mais diversas dúvidas, dos serviços de urgência a procedimentos para um determinado exame.

 

Esses meios de comunicação ficam disponíveis para todos os clientes do plano por meio de uma parceria entre a empresa e a operadora de saúde.

 

3. Acesso a uma rede ampla e eficiente de atendimento

Pode ser surpreendente, mas está cada vez mais difícil para uma pessoa física conseguir adquirir um plano de saúde. Um número crescente de operadoras simplesmente deixou de trabalhar com essa modalidade por não considerá-la lucrativa o suficiente, enquanto outras colocam tantos obstáculos para a aquisição que a tornam praticamente inviável.

 

O cenário, porém, é muito diferente para a aquisição de planos para MEI: mais de 90% das operadoras ativas no mercado brasileiro comercializam produtos para esse tipo de cliente.

 

Todas as maiores e mais bem conceituadas empresas do setor investem na atração de MEIs para compor suas carteiras. Isso resulta em uma variedade cada vez maior de planos e preços mais acessíveis, mas também representa a garantia de acesso a serviços de qualidade com excelentes coberturas e opções de médicos e hospitais.

 

Serviços como home care, UTI móvel, diversos tipos de cirurgias, exames de última geração, remoção aérea e terrestre, além de benefícios familiares, são alguns dos itens presentes nos planos para MEI que são difíceis de encontrar nas linhas individual e familiar.

 

Vale lembrar que o microempreendedor individual devidamente registrado pode contratar um funcionário e estender a ele e aos seus dependentes diretos os benefícios do plano.

 

Com o tempo, pode acontecer de a empresa crescer, ultrapassar o limite de faturamento de MEI (R$ 81 mil por ano a partir de 2018) e precisar contratar mais empregados. Nesse caso, o plano continua basicamente o mesmo, precisando apenas serem feitos ajustes cadastrais.

 

4. Plano de saúde para MEI traz mais segurança

Saber que pode contar com um bom plano de saúde é motivo de tranquilidade tanto para os microempreendedores como para os funcionários de qualquer empresa. Não é à toa que as pesquisas da Agência Nacional de Saúde apontam que esse é um benefício tão importante quanto o salário na opinião dos trabalhadores.

 

Oferecer o plano a seu funcionário (no caso de MEI) ou funcionários (para micro e pequenas empresas) acaba sendo uma excelente política de retenção e valorização em uma realidade na qual é difícil oferecer outros benefícios. Ainda que pague parte ou mesmo a totalidade do seu plano, o funcionário gasta muito menos do que seria o caso em um plano individual — isso se conseguisse ter acesso a algum deles.

 

Percebeu como um bom plano de saúde para MEI pode fazer a diferença na sua vida e no sucesso de seu empreendimento? Por isso, não deixe de aproveitar as vantagens de sua condição de microempreendedor individual e faça o seu plano o quanto antes!

 

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo