Como escolher a cobertura de plano de saúde empresarial ideal? Confira 6 dicas

Saúde Empresarial
26/10/2018

Por: Milena

Escolher a cobertura de plano de saúde empresarial envolve a análise de diversos fatores para que o gestor tome a decisão mais acertada e que beneficie os colaboradores de forma ampla e irrestrita.

Sabemos que cuidar da saúde é fundamental, afinal o bem estar e a disposição para curtir a vida importa muito. Com um serviço de saúde pública sobrecarregado, ter um plano privado deixou de ser um “luxo” para tornar-se um item de extrema necessidade no dia a dia das famílias.

No contexto empresarial, oferecer um suporte em saúde aos funcionários é um diferencial que beneficia tanto a empresa, quanto os seus colaboradores. Além disso, é um diferencial positivo para a captação de novos talentos.

Pensando nisso, trouxemos 6 dicas que vão ajudar o gestor na escolha da cobertura do plano de saúde empresarial ideal para a sua empresa. Continue a leitura deste texto e saiba mais!

1. Analise as demandas dos seus colaboradores

Antes de qualquer avaliação acerca das opções, coberturas, contratos e disponibilidade financeira, a primeira medida a ser adotada é uma análise aprofundada das demandas e necessidades dos colaboradores, afinal, é para eles que o plano será oferecido.

Dessa forma, você deve fazer um levantamento com informações sobre faixa etária, gênero, estado civil, número de filhos, entre outras. A coleta e levantamento desses dados permite verificar qual o modelo de plano de saúde corporativo que atende ao maior número de pessoas, determinando, assim, a sua real utilidade para os seus empregados.

Empresas com muitas mulheres jovens, por exemplo, devem considerar a escolha de planos que ofereçam uma boa rede credenciada de obstetrícia. Por sua vez, as empresas que têm um número elevado de funcionários com filhos, pode ser mais interessante a contratação de um plano que inclua também os seus dependentes.

 

Plano de saúde para funcionários: o que faz diferença na escolha?

2. Avalie a verba disponível

Após mapear as necessidades dos seus colaboradores, o próximo passo diz respeito à análise da disponibilidade financeira para o plano de saúde.

O gestor deve avaliar, em conjunto com o departamento financeiro, qual é o valor disponível para esse investimento. Essa informação dará o norte necessário para a tomada das próximas decisões, além de permitir que o empresário entre mais preparado para o processo de negociação com o plano de saúde.

3. Conheça as diferentes opções de planos

Com o mapeamento das necessidades dos seus colaboradores e informações sobre a verba disponível, o gestor já tem em mãos os elementos necessários para iniciar a pesquisa das opções e coberturas de planos de saúde que melhor se enquadram no perfil da organização. Nessa etapa, a principal dica é verificar quais os procedimentos médicos estão contemplados nas opções oferecidas pelas seguradoras: consultas, exames, cirurgias, internação hospitalar, entre outras.

O mercado oferece diferentes tipos de plano de saúde e cada um deles conta com modalidades distintas de coberturas. A seguir, destacamos alguns tipos de planos de saúde e suas principais características.

Plano de referência

Costuma ser o plano mais completo, oferecendo atendimento de urgência e emergência, consultas médicas, exames, tratamentos, cirurgias, internações, enfermaria e atendimento de obstetrícia.

Plano hospitalar

É a opção que oferece atendimento hospitalar, incluindo serviços de internação, cirurgias e a cobertura de todos os serviços que forem necessários. Sendo mais restrito que o Plano de Referência, não ampara consultas, exames e terapias, sendo assim mais barato.

Plano odontológico

O plano odontológico cobre serviços de consultas, exames, atendimentos e tratamentos voltados para a solicitação de dentistas.

Como você pode observar, há diversas opções de planos que podem ser contratados de forma individual ou combinados entre si. Vale lembrar que as seguradoras oferecem diversas combinações, por isso é interessante que você tenha uma ideia do que precisa e conte com o auxílio de um corretor, que poderá direcionar orientações acerca das melhores opções dentro do seu perfil e necessidades.

4. Tenha atenção aos aspectos geográficos

Agora que você já tem uma ideia mais clara sobre o plano que deseja contratar, é necessário ficar atento a outras questões práticas e contratuais. Entre elas, um fator que merece atenção é a abrangência geográfica. Ao contratar o plano de saúde, é importante definir qual será o nível de cobertura (municipal, estadual, regional ou nacional). Essa decisão deve estar baseada nas necessidades dos seus funcionários.

Se a sua empresa tem muitos colaboradores externos, que realizam viagens e/ou se deslocam por várias regiões, a melhor opção é um plano com maior abrangência. Caso esta situação não se verifique, você pode optar por um plano com abrangência menor.

5. Estude as cláusulas contratuais

Além da questão relacionada ao fator geográfico, você deve ficar atento às cláusulas contratuais da apólice de seguro. Essas informações serão determinantes na relação jurídica mantida entre a empresa e a prestadora do seguro.

Todo o contrato deve ser avaliado com calma, dando atenção especial às cláusulas sobre condições de encerramento do serviço e manutenção do contrato para aposentados e colaboradores desligados da organização.

6. Avalie a reputação da empresa

Por fim, a empresa deve analisar a reputação das instituições que oferecem plano de saúde. É necessário fazer uma pesquisa no mercado e conversar com outras organizações que já utilizam os serviços. Essas informações ajudarão na tomada de decisão e garantirão maior segurança quanto à reputação e qualidade dos serviços prestados.

O plano de saúde empresarial é um benefício importante tanto para os colaboradores e quanto para a empresa. A assistência médica de qualidade permite que os funcionários trabalhem com mais tranquilidade e suporte, o que se traduz em resultados para o negócio.

Dessa forma, ao contratar estes serviços, as empresas ganham com o aumento da qualidade de vida do trabalhador, da produtividade e satisfação, reduzindo o índice de afastamento e absenteísmo. Além disso, como já citamos, uma boa cobertura de plano de saúde empresarial é um fator que chama a atenção e beneficia na captação de novos talentos.

Com essas informações você já tem elementos que permitem escolher a melhor cobertura de plano de saúde empresarial. Agora, que tal ficar por dentro de outros temas relevantes sobre seguros? Então assine a nossa newsletter, receba artigos e conteúdos com soluções especiais voltadas para o mercado.

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo