Por que oferecer benefícios para colaboradores aumenta a satisfação?

Saúde Empresarial
5/02/2018

Por: Milena

De olho na concorrência e na obtenção de melhores resultados, algumas empresas estão investindo cada vez mais na saúde, na qualidade de vida e nos momentos de lazer de seus funcionários, por meio da oferta de benefícios para colaboradores.

 

Entre os motivos para essa preocupação crescente nos setores de RH, está a escassez de mão de obra qualificada em algumas áreas no país. Além disso, as empresas sabem que, com funcionários mais satisfeitos, é possível alcançar maior produtividade, gerar comprometimento e ainda criar uma boa reputação no mercado, atraindo e retendo os profissionais na corporação.

 

A oferta de um bom salário já não é suficiente para manter a motivação da equipe. Os funcionários querem também reconhecimento de diversas formas, como premiações, descontos, viagens e espaço para investir mais tempo com a família. Com isso, os programas de incentivo estão cada vez mais abrangentes.

Benefícios extras X Direitos trabalhistas

Alguns empregadores, contudo, podem se perder diante das várias possibilidades de benefícios, confundindo com os direitos dos funcionários contratados por CLT, que são uma obrigação da empresa.

 

Para evitar a confusão, consideremos a estrutura da empresa e o número de colaboradores. Empresas com mais de 300 funcionários devem reservar um lugar para que estes façam suas refeições. Já aquelas com mais de 30 funcionárias, precisam garantir às mulheres da equipe o direito ao auxílio-creche, por exemplo.

 

Outros benefícios são obrigatórios e independem do tamanho da empresa: vale-transporte, férias remuneradas, fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS), décimo terceiro salário e adicional noturno.

 

Benefícios não obrigatórios

Algumas empresas podem optar por oferecer ou não benefícios como vale-alimentação, assistência médica e odontológica e o vale-cultura (que pode ser usado pelo colaborador para adquirir produtos ou usufruir de serviços culturais).

 

Outro benefício não obrigatório, mas que pode trazer grande retorno à empresa, é o apoio na qualificação do profissional. As empresas têm oferecido bolsas de estudos, integral ou parcial, para cursos de especialização, MBA ou de idiomas.

 

Por questões estratégicas, a definição do curso pode ser pré-aprovada pelo RH e a formação deve estar relacionada com a área de atuação da empresa, garantindo que o empregado possa vir a colaborar mais tarde com a evolução da companhia.

 

Vantagens de oferecer benefícios para colaboradores

Mais do que uma fonte de custos, a oferta de benefícios precisa ser interpretada pelo empregador como uma forma de investimento, que dará retorno indireto à empresa, por meio do desempenho do profissional e outros resultados relacionados. Listamos alguns exemplos:

  • motivação e satisfação: benefícios podem trazer motivação à equipe, criando um clima de trabalho mais estimulante;
  • aumento da produtividade: ao se sentir mais valorizado pela empresa, o profissional tende a produzir mais efetivamente e gerar mais retorno;
  • melhora da qualidade de vida dos funcionários: planos de saúde, odontológico e auxílio-creche são exemplos que podem fazer toda a diferença na vida prática do empregado, oferecendo segurança;
  • ambiente de trabalho mais leve e agradável: salas especiais para lazer e/ ou descanso no trabalho podem ajudar a aliviar o estresse do dia a dia e aproximar os colaboradores;
  • atração de melhores profissionais: empresas que oferecem benefícios mais vantajosos costumam ter suas vagas mais disputadas, atraindo profissionais ainda mais qualificados e preparados;
  • retenção de talentos: por fim, a oferta de benefícios é uma forma de fidelizar o funcionário e fazer com que ele considere duas vezes a ideia de trocar de empresa.

Benefícios como parte da cultura da empresa

Se você já se convenceu da importância de oferecer benefícios aos colaboradores, deve estar se perguntando como pode introduzir essa iniciativa na sua empresa. As ações podem ir desde a oferta gratuita de frutas e lanches em uma geladeira dentro do escritório até viagens em grupo.

Que tal se as mães ganhassem benefícios como uma licença estendida para cuidar dos filhos ou um horário de expediente mais flexível, que possibilite que elas amamentem durante alguns intervalos no trabalho?

 

A distância até o escritório pode ser encurtada por meio de uma parceria da empresa com uma cooperativa de táxis, por exemplo, para levar as mães até onde estão seus bebês.

 

Pais também podem receber incentivos para investir mais tempo ao lado dos filhos, por meio de uma licença paternidade estendida. Já a oferta de um dia da semana para home office pode beneficiar tanto pais quanto mães e funcionários sem filhos, que ganham um dia para ficar mais perto da família, quebrando a rotina do restante da semana.

 

Uma das formas mais eficientes de promover a integração dos funcionários e ampliar a satisfação é por meio de eventos temáticos, em que eles possam interagir.

 

Celebrações especiais também costumam divertir enquanto promovem maior proximidade. Já torneios internos, que estimulem uma disputa saudável por alguma premiação (seja coletiva, seja individual), podem aprofundar a relação dos empregados e engajá-los com as metas da empresa.

 

Para funcionar, as premiações têm de ser reconhecidas publicamente diante dos membros da empresa e ser em forma de bens de consumo (jantares, passeios, ingressos), viagens ou bônus em dinheiro.

 

Uma viagem coletiva dos funcionários a uma praia ou fazenda em uma data especial pode estreitar vínculos entre os membros da equipe e deixá-los ainda mais motivados.

 

Além de investir em um benefício como vale-alimentação ou vale-refeição, a empresa pode pensar em como tornar o espaço de refeições mais humanizado e agregador para quem o frequenta.

 

Uma sala com jogos, livros ou apenas móveis mais aconchegantes e com um pouco de silêncio pode ser um bom retiro para aqueles momentos em que o colaborador precisa de um intervalo no meio do expediente ou entre reuniões.

 

Empresas que comercializam produtos e serviços podem conceder descontos para a aquisição deles pelos seus funcionários, e também fazer parcerias com teatros, cinemas, livrarias, parques, clubes, lojas, mercados, academias, barbearias e centros de estética para que eles tenham alguma regalia exclusiva nesses estabelecimentos.

 

Gostou das nossas sugestões sobre como oferecer benefícios para colaboradores? Está pronto para implementar algumas delas em sua empresa ou quer se aprofundar um pouco mais nesse assunto? Para receber mais dicas como essas e saber como melhorar a gestão da sua empresa, assine a nossa newsletter!

0/5(0 Reviews)

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo