Clima organizacional: como manter um ambiente agradável?

Negócios
2/08/2017

Por: Milena

Achar que vida pessoal e profissional são duas coisas totalmente separadas é um erro que muita gente ainda comete. Na verdade, o clima organizacional, isto é, o ambiente da empresa e a maneira como as pessoas se relacionam com a organização e entre si, influencia em muito os aspectos emocionais de cada funcionário. E vice-versa.

 

Muitas empresas investem tempo e dinheiro em pesquisas de clima e em políticas de bem-estar e qualidade de vida em busca de construir um ambiente em que as pessoas se sintam mais felizes, completas e, por consequência, produtivas.

 

Diante disso, garantir um bom clima organizacional é uma preocupação constante dos melhores gestores. Veja, a seguir, algumas práticas que ajudam a tornar o ambiente corporativo mais positivo e favorável ao desenvolvimento das pessoas.

 

Monitore o ambiente

Um clima organizacional ruim não nasce do dia para noite. Normalmente, ele é resultado de meses ou anos de desinteresse. Fique de olho, converse com a equipe, peça feedback, acompanhe a movimentação da “rádio corredor”. Essas práticas visam estabelecer um fluxo de comunicação com as pessoas, que vai se refletir em toda a organização.

 

Sem ser invasivo, procure observar as jornadas de sua equipe. Verifique se há clima permanente de tensão e encoraje as pessoas a relaxarem para que, quando a superação for realmente necessária, elas estejam prontas para responder.

 

Uma maneira mais formal de fazer isso é por meio das pesquisas de clima. Aplicadas com técnicas desenvolvidas por consultorias e organizações especializadas, elas são excelentes ferramentas para diagnosticar a quantas anda o clima da empresa, seus pontos fortes e fracos.

 

A garantia de anonimato durante o preenchimento é um fator que incentiva os empregados a exporem sua real opinião, coisa que normalmente a maioria evita fazer, com medo de algum tipo de retaliação ou de “se queimar” com o chefe.

 

Agora, se for fazer a pesquisa, não deixe de compartilhar os resultados. Perguntar para as pessoas o que elas acham da empresa e depois esconder delas o que foi apurado sugere que as coisas não andam muito bem e que não há grande interesse em melhorá-las.

 

Mantenha-se receptivo

Às vezes, tudo que as pessoas querem é ser ouvidas. Manter-se com uma postura aberta, além de suprir essa necessidade, pode ir muito além de ouvir desabafos e resultar que você tenha acesso a excelentes ideias e análises.

 

Ouvidas e reconhecidas, as pessoas se sentem mais confiantes e participantes da missão da equipe e da empresa como um todo. Por isso, é muito comum que, em pesquisas e enquetes, os entrevistados apontem o “saber ouvir” como a principal qualidade de um líder.

 

Aposte nas relações

Cada pessoa é um universo e tem seu jeito de ser. Nas empresas, não é diferente. A diferença é que isso não precisa nem deve ser visto como um problema. A multiplicidade de visões do mundo traz consigo uma característica fundamental para empresas inovadoras e modernas: a diversidade.

 

Faça da rotina de sua equipe um espaço privilegiado para troca de ideias, opiniões e experiências diferentes que, após algum de tempo de debate e maturação, sempre convergirão para soluções criativas e inovadoras para velhos e novos problemas.

 

Invista na criação de espaços para que as pessoas possam socializar e trocar opiniões em outros momentos que não apenas nas reuniões ou na execução de tarefas. Aposte que nesses momentos elas construirão sinergias que vão fazer toda a diferença na hora certa.

 

Invista em comunicação

Não faltam frases para dizer o quanto se dá mal quem não se comunica bem. Essa realidade é ainda mais verdadeira nas empresas, onde ninguém resolve ou realiza nada se não puder contar com o emprenho e a parceria dos colegas.

 

Garantir que as pessoas tenham acesso às informações por meio de canais diferentes de comunicação é uma forma de assegurar que, não apenas elas tomarão conhecimento de sua mensagem, como também serão capazes de absorvê-la e repassá-la adiante, com ajuda da repetição e das diversas maneiras de se explicar um mesmo assunto.

 

Um ciclo completo de comunicação deve ser capaz de oferecer ferramentas para facilitar com que os funcionários se mantenham atualizados sobre o que acontece na empresa, possam solucionar problemas e corrigir mal-entendidos ou informações equivocadas. Além disso, conectar-se aos seus colegas, perguntar e receber feedbacks do desenvolvimento de suas tarefas e os objetivos do que estão executando.

 

São medidas simples, que podem trazer grandes resultados para a melhoria do clima interno e para a motivação de sua equipe.

 

Dê feedback honesto e constante

A prática de dar e receber feedback é uma das mais poderosas ferramentas de melhoria de desempenho e do clima organizacional. Cada vez que um membro de sua equipe dá uma opinião, uma sugestão, ou toma uma iniciativa, ele espera que dali surja um diálogo: o que deu certo e o que precisa melhorar, qual caminho seguir e o que se espera dele.

 

Por isso, reconheça as boas iniciativas (em público, sempre que possível) e faça críticas honestas e fundamentadas (em particular) às ações equivocadas, apontando alternativas. Pode ter certeza que, agindo dessa forma, os relacionamentos se tornarão mais fortes e o clima organizacional melhor, além dos ganhos em eficácia e produtividade.

 

O feedback costuma ser tão poderoso que chega a influenciar nas taxas de rotatividade das empresas, ou seja, organização em que se conversa mais tem menos entra e sai de funcionários.

 

Engaje para fazer um clima organizacional melhor

Estabelecido o diálogo, é hora de avançar para um nível além: o engajamento. Isso significa colocar todos na mesma página, estabelecer relações de igualdade e companheirismo e compartilhar os objetivos para que cada um possa colaborar com seu alcance.

 

Reunir a equipe nas mais variadas ocasiões para explicar contextos, compartilhar visões de negócio e pedir sugestões é uma boa forma de fazer isso. Sempre com regularidade, constância e convicção de que fazer isso juntos é melhor do que a lógica do “manda quem pode, obedece quem tem juízo”.

 

Entendeu como um bom clima organizacional pode trazer ganhos para a satisfação pessoal de sua equipe e a produtividade de sua empresa? Se quiser receber mais dicas como essas, assine a nossa newsletter e confira diretamente no seu e-mail os conteúdos que preparamos para você.

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo