Você tem um perfil caro no seguro auto? Entenda por quê!

Automóvel
18/01/2019

Por: Milena

O prêmio (preço) de um seguro para automóvel é fortemente influenciado pelas características do segurado e do próprio veículo. Assim, um perfil caro no seguro auto pode ser identificado de acordo com essas variáveis.

Compõem esse perfil diversos aspectos capazes de aumentar o risco de sinistros, como acidentes, furtos e roubos. As seguradoras levantam esses dados para definir o preço do seguro para cada caso.

Neste texto, saiba se você tem um perfil caro para a contratação de um seguro auto e entenda o porquê.

O que é o seguro de automóveis?

O seguro auto é um contrato assinado entre a seguradora e o proprietário do veículo. Contudo, o segurado pode não ser o dono. Como as seguradoras têm autonomia para definir essas regras, você deve se orientar para saber quais são os pormenores de cada uma.

No universo do seguro auto, existem 3 figuras que devem estar bem definidas:

  • o proprietário do veículo (o dono);
  • o condutor principal do veículo (quem dirige a maior parte do tempo);
  • o segurado (quem assina o contrato).

Que perfis são mais caros?

São bem diversas as características que compõem o perfil do segurado. Assim, para fins de cálculo do preço do seguro, costuma-se levar em conta vários aspectos referentes ao segurado e ao veículo. Confira.

Idade abaixo de 25 anos

Condutores mais jovens tendem a ser mais inexperientes no trânsito. As estatísticas demonstram maiores índices de sinistralidade (ocorrências) nesses casos.

Por essa razão, os custos acompanham os riscos. Algumas seguradoras rejeitam segurar o veículo quando o condutor principal se enquadra nessa condição.

Sexo masculino

Proporcionalmente, ocorrem mais situações de sinistro envolvendo homens do que mulheres. Desse modo, para segurados do sexo masculino, o preço é maior.

Embora haja uma tendência de redução dessa diferença, ela ainda é um componente que altera o valor a ser pago pelo segurado. Assim, o simples fato do condutor ser uma mulher já reduz o preço.

Divorciado

Segundo as estatísticas demonstram, a incidência de sinistros mostra-se significativamente maior na seguinte ordem: divorciados, solteiros e casados. Por essa razão, a condição em relação ao casamento afeta o valor do prêmio do seguro auto e o divorciado paga mais.

Residente com menor de 25 anos de idade

O fato de uma pessoa menor de 25 anos de idade residir com o segurado (um filho ou um irmão, por exemplo) também aumenta o preço do seguro do automóvel. Isso ocorre porque não fica descartada a possibilidade dessa pessoa dirigir o veículo do segurado.

Com isso, fica caracterizada a existência de um risco adicional, mesmo que o jovem não seja o condutor habitual. E, como você já sabe, mais riscos, maiores preços.

Residente em casa

A existência de portaria, maior número de pessoas circulando e abertura e fechamento de portões controlados faz com que prédios de apartamentos sejam considerados mais seguros. Desse modo, residir em uma casa torna o perfil do segurado de maior risco e, portanto, aumenta o preço do seguro.

Residente em bairro de maior risco

Algumas regiões da cidade podem ser reconhecidas como de maior risco, em razão da elevada incidência de furtos e roubos. Residir nesses locais pode resultar em valores mais altos para o seguro conforme a apreciação de cada seguradora.

Trata-se de uma característica da região, sem vínculo com o imóvel do segurado ou com o seu perfil propriamente. Em grandes cidades nas quais existem regiões com índices de furto e roubo muito elevados, algumas seguradoras rejeitam segurar o veículo com endereço nesses locais.

Usuário de veículo para trabalho

A finalidade principal do uso do veículo também afeta a composição do preço do seguro. Assim, quando o veículo é utilizado como instrumento de trabalho, exigindo constantes deslocamentos por regiões diversas, os riscos a que se submete são maiores.

Por esse motivo, as seguradoras definem valores mais elevados para o prêmio. A variável principal, nesses casos, é o maior número de vezes que o veículo fica exposto a perigos.

Usuário sem garagem

A inexistência de garagem deixa o carro em situação de maior suscetibilidade e, portanto, há maiores riscos de furtos. Esse aspecto é considerado tanto durante o dia, quando estacionado, como durante o pernoite do veículo na rua.

Detentor de pontos na CNH

A incidência de pontuação na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do segurado caracteriza direção de risco para a segurança do veículo. Desse modo, as seguradoras pesquisam a existência de pontos lançados e incluem essa variável na composição do valor do prêmio do seguro, fortalecendo a postura de direção defensiva.

Cliente com histórico de sinistros

Diversas seguradoras valorizam a fidelidade. Assim, clientes antigos podem receber alguma redução nos preços da renovação do seguro. No entanto, é importante que a ausência de sinistros caracterize o segurado. Esse aspecto positivo do condutor é premiado na forma de bônus que reduzem o preço final.

Por outro lado, clientes com histórico de sinistros não vão dispor dessa facilidade. O preço do seguro nesses casos é maior.

Proprietário de veículo blindado ou esportivo

O veículo blindado, embora mais seguro, na ocorrência de sinistro pode apresentar maiores custos de manutenção e recuperação. Dessa forma, o valor do prêmio do seguro é maior.

Proprietário de veículo de elevada sinistralidade

Assim como certas regiões da cidade apresentam maiores riscos, algumas marcas e modelos de veículos são especialmente visados para o furto ou o roubo. Por sua elevada sinistralidade, as seguradoras exigem maiores valores nos prêmios para segurá-los.

Proprietário de veículo sem dispositivos de segurança

Dispositivos de segurança, como alarme e rastreador, tornam o veículo menos suscetível a furtos e mais fácil de ser recuperado. Assim, esses acessórios para aumentar a proteção também auxiliam na redução do preço do seguro.

Portanto, a ausência desses equipamentos pode significar valores maiores na hora da contratação do seguro auto.

Qual a importância de uma consultoria em seguros?

Uma corretora de seguros é a melhor consultoria para orientá-lo na contratação do seu seguro auto. Cada um dos aspectos do seu perfil pode ser bem avaliado e orientado por seu corretor, de modo a ficar mais fácil decidir sobre suas opções.

Uma corretora experiente e consolidada no mercado é capaz de oferecer as melhores alternativas disponíveis. Assim, escolhendo as seguradoras que atendam às suas reais necessidades, você poderá optar pelas melhores coberturas e o melhor custo-benefício.

Com isso, você agora está em condições de reconhecer suas próprias características e saber se apresenta um perfil caro no seguro auto.

Gostou do post? Entre em contato conosco e saiba tudo o que você precisa sobre seguros.

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo