Entenda como funciona um rastreador de veículos

Automóvel
9/05/2018

Por: Milena

Diante de índices relevantes de assaltos e furtos no país, há receio entre os proprietários em tirar o carro da garagem com segurança. O problema é que muitas pessoas precisam do veículo para trabalhar ou viajar e, por isso, buscam formas alternativas de se protegerem contra quaisquer infortúnios.

Atualmente, o rastreador de veículos é um dos equipamentos mais populares para se precaver contra roubo e furto de automóveis. Muitos motoristas apostam nessa tecnologia não apenas para garantir sua segurança, mas também para facilitar a contratação de um seguro auto.

Mas, afinal, como funciona um rastreador veicular? E quais são as suas vantagens? Para saber as respostas, acompanhe o post!

O que é um rastreador de veículos?

Trata-se de um equipamento instalado no carro capaz de indicar a localização em tempo real, com uma margem de erro baixíssima. Dessa forma, caso o automóvel seja roubado, é só acessar as informações emitidas pelo rastreador para saber onde ele se encontra e, assim, acionar as autoridades para tentar recuperá-lo.

Ao contratar um serviço de rastreamento, a responsável por indicar a localização do veículo é uma central especializada. Assim, basta acioná-la e eles mesmos farão os procedimentos necessários para recuperar o carro.

Atualmente, porém, existe a possibilidade de contratar apenas a instalação do rastreador, que passará as informações sobre o veículo diretamente para o seu proprietário por meio de um aplicativo de celular. Dessa forma, os próprios motoristas saberão a localização do carro em tempo real, sem a necessidade do intermédio de uma central.

A tecnologia do rastreador de veículos também pode emitir um alerta caso haja qualquer movimento imprevisto ou não autorizado pelo proprietário depois que o carro for estacionado. Além disso, é possível instalar um bloqueador remoto em conjunto com o rastreador para impedir que o carro seja ligado em situações suspeitas.

Qual é a tecnologia por trás do rastreador de veículos?

Atualmente, existem duas tecnologias principais por trás dos rastreadores: via radiofrequência ou via satélite. Cada uma tem suas vantagens e desvantagens, que serão analisadas a seguir.

Radiofrequência

Essa tecnologia funciona por meio de antenas receptoras que cobrem grandes áreas. São as mesmas antenas responsáveis pelo sinal de telefonia móvel.

O rastreador é capaz de comunicar com várias operadoras, captando os sinais das suas antenas. Assim, a localização do veículo é obtida por meio da triangulação desses sinais.

A maior vantagem dessa tecnologia é a possibilidade de rastreamento até mesmo em lugares fechados, já que a radiofrequência não sofre interrupções por barreiras físicas, desde que haja sinal das antenas receptoras. Por outro lado, ela não funciona em áreas sem cobertura.

Por isso, o rastreamento via radiofrequência é ideal para pessoas que transitam mais em centros urbanos, em áreas com cobertura e barreiras físicas, como túneis e estacionamentos fechados.

Satélite

O rastreamento via satélite funciona com base na tecnologia de Global Position System (GPS), composta por 24 satélites que orbitam a Terra, sendo que pelo menos quatro deles estão sempre visíveis em qualquer ponto do planeta.

Dessa forma, o rastreador apresenta um receptor que capta as informações transmitidas pelos satélites, convertendo-as em coordenadas capazes de indicar a posição do veículo em tempo real.

A grande vantagem desse sistema é a capacidade de funcionar em qualquer lugar do mundo, independentemente de sinal telefônico. Porém, a sua desvantagem está no fato de sofrer interferências de barreiras físicas, uma vez que os receptores não funcionam em lugares fechados.

Essa tecnologia é ideal para motoristas que costumam viajar muito, pegando estradas e regiões sem cobertura de sinal telefônico, porém sempre a céu aberto.

Quais são as vantagens de um rastreador de veículos?

A maior de todas as vantagens, como mencionamos, é a segurança. Com um rastreador, há muito mais chances de recuperar o automóvel caso ele seja roubado ou furtado. O dispositivo, muitas vezes, conta com um botão de pânico, que aciona a central imediatamente em situações de urgência.

Além disso, se um bloqueador for instalado junto do rastreador, você pode impedir que o carro seja roubado ao travar a alimentação de combustível diretamente pelo dispositivo de rastreamento.

Mas as vantagens não param por aí. Com um rastreador de veículos, os motoristas têm acesso a diversas outras informações, como:

  • mapeamento de todas as rotas percorridas;
  • controle de velocidade, indicando os limites das vias;
  • lembretes para agendar a manutenção do veículo;
  • histórico com os dias, horários e lugares onde o carro foi usado;
  • controle de quilometragem.

Percebe-se, portanto, que o rastreador não é útil apenas para evitar roubos e furtos, mas também para controlar o uso do automóvel. Portanto, é um equipamento muito útil para quem trabalha com gestão de frotas, por exemplo, ou quem divide o carro com outros motoristas.

Por fim, existe ainda uma grande vantagem na hora de contratar um seguro, já que a presença do rastreador diminui consideravelmente o valor da apólice, tendo em vista que as chances de o veículo ser recuperado são muito maiores.

Por que incluir uma cobertura de seguro junto do rastreador?

Como pôde perceber, o rastreador de veículos consegue diminuir consideravelmente as chances de ter o automóvel roubado e, mesmo que isso aconteça, a sua recuperação se torna muito mais provável.

Ainda assim, não podemos subestimar a capacidade dos criminosos em burlar esse equipamento. Infelizmente, o rastreador é passível de falhas, assim como qualquer outra tecnologia. Com isso, sempre existirá o risco de ele, por si só, não ser o suficiente para impedir o roubo ou furto do carro.

Contar apenas com a tecnologia para se proteger contra esses infortúnios não é o suficiente. Para garantir a sua segurança, é essencial que você também contrate um seguro auto junto do rastreador. Dessa forma, caso seu veículo, infelizmente, seja roubado, danificado, desmontado ou não recuperado, você ainda poderá contar com a indenização da cobertura para aliviar prejuízos.

Muitas seguradoras oferecem a possibilidade de contratar uma cobertura em conjunto com a instalação do rastreador veicular. Optar por isso é extremamente vantajoso, pois, como mencionamos, o seguro fica mais barato e a sua proteção aumenta consideravelmente. Afinal, se o veículo for roubado, há grandes chances de recuperá-lo e, se isso não for possível, basta acionar a seguradora para indenizá-lo.

Diante dos problemas de segurança pública que enfrentamos, contar com uma proteção extra para o seu automóvel nunca é demais! Por isso, use a tecnologia a seu favor e evite dirigir sem um seguro capaz de diminuir seus prejuízos em caso de imprevistos!

Agora que você sabe como funciona um rastreador de veículos, aproveite para descobrir como escolher a melhor seguradora para o seu automóvel!

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo