Por que é tão importante um seguro de responsabilidade civil?

Negócios
22/10/2018

Por: Milena

Durante o exercício profissional, é bastante comum que as pessoas se considerem incapazes de causar prejuízos a terceiros. Mas o que haveria de dar errado? Bem, essa é a pergunta que costuma ser respondida com bastante surpresa, precisamente na situação em que algum cliente se sente prejudicado.

Assim, julgamos importante discutir o seguro de responsabilidade civil. Afinal de contas, independentemente do serviço, do produto ou da força de trabalho que se venda, ou até mesmo da sua circunstância burocrática, enquanto Pessoa Física ou Jurídica, todos estamos sujeitos a errar e lesar alguém, mesmo que involuntariamente.

Ansioso para descobrir como zelar pela integridade da sua operação profissional? Então, embarque nesta leitura!

O que é um seguro de responsabilidade civil?

Essencialmente, a contratação de um seguro de responsabilidade civil consiste em proteger a si, seu patrimônio e/ou sua empresa da quitação de prejuízos causados a terceiros, durante o seu exercício profissional.

Sendo assim, esse seguro consiste em uma apólice que arcará com os eventuais custos indenizatórios, em função da lesão ao terceiro. Tratando-se de uma modalidade de seguro, ela respeita os padrões do mercado, que limitam o valor indenizado de acordo com a cobertura contratada.

Ainda é importante ressaltar que esse seguro pode ser acionado para indenizar prejuízos tanto materiais quanto físicos, sendo, portanto, uma apólice fundamental aos profissionais da área da saúde.

Mas não pense que apenas esses profissionais estão sujeitos à reclamações. Lembre-se de que as pessoas — físicas e jurídicas — dos setores financeiros e infraestruturais lidam com uma enorme carga de responsabilidade em suas atividades, seja na gestão de uma carteira de investimentos ou na solidez de um prédio.

Qual sua importância às pessoas?

A proteção se dá ao patrimônio e à integridade do profissional autor do prejuízo. É necessário reconhecer que as pessoas são responsáveis ou até erram, sobretudo, involuntariamente. Assim, o seguro de responsabilidade civil — com suas diferentes coberturas — protege o patrimônio da Pessoa Física ou Jurídica, em função de uma condenação ou acordo judicial.

Ainda destacamos: esse seguro está disponível à contratação por Pessoas Físicas, personificadas pelos profissionais liberais e autônomos, que desejam proteger suas atividades.

Mas são as Pessoas Jurídicas que realmente precisam dessa apólice, pois, devido ao maior número de interações comerciais, estão consequentemente mais expostas à reclamações de outras partes.

Quais os tipos de cobertura oferecidos?

Certo, agora que você entende do que se trata o seguro de responsabilidade civil, assim como reconhece a importância dele à prática tranquila da sua profissão, é o momento de descobrir os principais tipos de cobertura oferecidos. Confira!

Mediação

Boas apólices de responsabilidade civil podem cobrir os custos referentes à contratação de um mediador experiente, agilizando as tratativas, acalmando os ânimos e suavizando os ressarcimentos.

Defesa

Muito frequentemente, prejuízos causados aos clientes implicam no trânsito judicial das tratativas. Dessa maneira, ter uma apólice robusta para esses momentos infelizes significa receber o respaldo financeiro da seguradora, no custeamento das despesas referentes à defesa do segurado, independentemente da sentença final.

Indenização

Essa é a razão principal para a contratação de um seguro de responsabilidade civil. Você contará com um limite disponível ao ressarcimento da parte prejudicada, sob o pretexto de  dano (corporal, material ou moral) e/ou prejuízo financeiro, em decorrência de atos danosos durante a prestação dos seus serviços.

Acessórias

As coberturas acessórias têm grande valia, pois incluem conveniências como:

  • calúnias ou difamações;
  • proteção da reputação;
  • gastos emergenciais;
  • entre outras.

Como esse seguro ajuda os usuários que recorrem à Justiça?

Para as pessoas do outro lado dessa equação — os prejudicados —, o seguro de responsabilidade civil também é uma ferramenta fundamental, principalmente por garantir agilidade na retratação moral e financeira dos danos sofridos.

Um profissional que não conta com um bom seguro de assessorando precisará lidar com a íntegra dos processos, contratando pessoalmente mediador, peritos e demais inconveniências anexas a esse tipo de situação — além de precisar arcar do patrimônio pessoal ou empresarial, com os danos causados ao consumidor requerente.

Qual a média de valores desse seguro?

Em realidade, não existe uma média dos valores praticados no mercado, justamente pela infinidade de exercícios profissionais e seus diferentes riscos e quadros indenizatórios.

No entanto, ressaltamos que alguns fatores definem o valor, a exemplo:

  • se o seguro foi contratado por pessoa física ou jurídica;
  • o limite segurado na apólice;
  • a natureza dos serviços prestados.

Como sempre, apólices de seguro e planos de saúde são serviços contratados sem o desejo de um dia serem utilizados. Contudo, são indispensáveis, uma vez mais quando acionados.

Como encontrar empresas confiáveis a esse seguro?

Basicamente, você precisa observar a reputação da corretora no mercado. Afinal de contas, para o momento que você precisar, você não ficará desamparado, recebendo toda assistência técnica, burocrática, jurídica e financeira.

Sendo assim, analise o histórico da corretora, identifique o compromisso social desta, busque depoimentos sobre a empresa, analisando a sua capacidade em auxiliá-lo em momentos de emergência.

Para além disso, é igualmente importante verificar a adequação das apólices ofertadas à sua atividade profissional, garantindo que os riscos aos quais você se expõe serão contemplados ao momento de recorrer à seguradora.

Por fim, o preço! Em um ato de responsabilidade financeira, você precisa zelar pelo seu equilíbrio orçamentário, encontrando uma empresa que alie valores justos aos benefícios necessários.

Conta pra gente: achou bacana este post descrevendo o seguro de responsabilidade civil? Então, não perca a oportunidade de curtir a nossa página no Facebook! Assim, você receberá outros conteúdos semelhantes, diretamente na sua timeline!

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo