Quais as diferenças entre corretora e seguradora?

Estilo de Vida
25/07/2017

Por: Milena

Se quem oferece um seguro é uma seguradora, por que quando vamos fazer a contratação de uma apólice procuramos uma corretora? Muita gente se confunde com o papel dessas duas organizações, embora elas atuem de forma diferente.

 

E você? Sabe exatamente qual é a diferença entre corretora e seguradora? Neste artigo, vamos explicar isso de uma forma descomplicada, e se você estiver pensando em fazer um seguro, é muito importante que continue lendo. Acompanhe!

 

O que é uma seguradora?

Cada ramo empresarial é responsável por disponibilizar para o público um tipo de produto ou serviço. Assim, uma montadora é uma empresa que fornece veículos, esse é o seu produto, e no caso da seguradora ela oferece planos de seguro.

 

Uma seguradora é a empresa que tem a autorização da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) para assumir os riscos que o segurado possa estar exposto. Também tem autorização para indenizar esse segurado caso ele venha a ter algum tipo de prejuízo ou o cause.

 

O seguro, então, é o produto aprovado pela SUSEP e ofertado por uma empresa seguradora. É ela que deixa disponível o seguro de carro, de moto, residencial, de vida, de saúde, entre muitos outros, e também as suas diversas coberturas.

 

Assim, quando contratamos um seguro, estamos adquirindo o produto de uma seguradora, da mesma forma que quando compramos um carro adquirimos um veículo de uma determinada montadora.

 

Porém, assim como na hora de comprar um carro não vamos até a montadora, para fazer um seguro não é a seguradora que procuramos, mas sim uma corretora, empresa que comercializa os produtos de diversas seguradoras, como você vai ver a seguir.

 

O que é uma corretora?

A corretora não é a responsável pelo seguro em si. O seu papel é representar o segurado na contratação de um seguro, seja para pessoa física ou jurídica.

 

De acordo com a SUSEP, uma corretora é uma empresa que tem autorização para comercializar seguros. Trata-se de uma organização independente, que trabalha com produtos de diferentes seguradoras, oferecendo várias opções para seus clientes.

 

É a corretora, representada por um profissional corretor, que fica responsável por fazer cumprir aquilo que está determinado na apólice contratada.

 

Quando o segurado precisar acionar o seguro, ele vai procurar a sua corretora, que realizará as ações legais para que receba sua indenização. Tudo isso sempre seguindo aquilo que consta no contrato.

 

Na hora de contratar um seguro, procuro uma corretora ou seguradora?

Uma apólice de seguros tem diversas cláusulas e condições que podem ser complicadas de compreender. Existem detalhes e variantes, situações que precisam ser observadas para que o segurado esteja ciente dos seus reais direitos de acordo com a apólice e as coberturas que contratou.

 

Um seguro é um contrato com valor legal que é firmado entre uma seguradora e uma pessoa física ou jurídica e, por isso, o ideal é que para a contratação do serviço exista a intermediação de um profissional qualificado, o corretor, seja ele um representante autorizado ou uma empresa.

 

O seu papel é observar as necessidades do interessado no seguro e auxiliar na interpretação dos produtos oferecidos pela seguradora. É ele quem ajuda o interessado a encontrar a melhor seguradora que tenha a cobertura para aquilo que ele precisa.

 

Existem diversas empresas seguradoras e que oferecem produtos que parecem iguais, no entanto, alguns detalhes podem fazer com que essa ou aquela não seja a mais interessante para atender alguém.

 

É a corretora que vai ajudar nesse processo complexo de encontrar a melhor empresa, o melhor pacote e a melhor cobertura para cada caso. Por isso, na hora de contratar um seguro, é preciso procurar por uma corretora, e não uma seguradora.

 

Quais são as vantagens da intermediação de uma corretora?

Quando precisamos comprar um produto para determinada necessidade e não temos muita certeza sobre qual seria melhor, não procuramos pela ajuda de um vendedor especializado? O mesmo se dá com a contratação de um seguro.

 

Existem tantos produtos diferentes no mercado que para saber exatamente aquele que melhor nos atende precisamos de alguém que entenda do assunto, nesse caso, uma corretora. E são muitas as vantagens de contar com elas, como:

 

Clareza

A corretora vai observar todos os detalhes das cláusulas do contrato e manter a clareza para que o interessado possa contratar um seguro tendo certeza do produto que está adquirindo.

 

Praticidade

A corretora fica responsável pelas questões legais e o processo de contratação da apólice, minimizando as preocupações do interessado pelo seguro.

 

Segurança

Tendo o suporte de uma boa corretora, o interessado tem a certeza de estar realmente amparado pela seguradora e de que seus interesses serão observados no momento em que ele precisar acionar o seguro.

 

Opções

A corretora também apresenta para o interessado as diversas opções de produtos e pode até mesmo trazer soluções diferentes para cada caso, pois existem muitas variações para um mesmo produto e aqueles que são mais indicados para certas situações.

 

A corretora apresenta essas opções e explica para o interessado como cada uma pode beneficiá-lo, assim, fica mais fácil escolher o que realmente atende, seja pela cobertura ou custo-benefício.

 

Posso contratar um seguro sem a ajuda de um corretor?

Não é proibido por lei que uma pessoa faça a contratação de um seguro sem o intermédio de um corretor, no entanto, essa prática não traz vantagem alguma, pelo contrário. Há quem acredite que sem um corretor ou uma empresa corretora o seguro pode ficar mais barato, mas isso não é verdade.

 

O valor do seguro não varia mesmo que ele seja contratado sem o corretor e, embora o segurado não tenha que dispor do valor da comissão de corretagem, ele precisará pagar o valor tarifário referente à comissão que é encaminhada para o Fundo de Desenvolvimento Educacional do Seguro.

 

Além de não implicar valores menores, contratar um seguro sem o auxílio de um corretor pode fazer com que o segurado adquira um produto que não lhe atende, ou então, por buscar melhores preços, pode ser enganado com seguros piratas.

 

Por isso, o melhor é optar pela segurança dos serviços de uma corretora para evitar problemas futuros e gastos desnecessários.

 

Embora corretora e seguradora sejam empresas diferentes, elas caminham juntas e uma precisa da outra. A corretora depende do produto da seguradora para atender aos seus clientes, e a seguradora precisa da corretora para vender o seu produto. Mas na hora de contratar a seguradora, o melhor é procurar uma corretora!

 

Agora ficou mais clara a diferença entre corretora e seguradora? Divida sua opinião deixando um comentário e também conte para a gente se você tem algum tipo de seguro.

Cadastre-se e receba nosso conteúdo exclusivo